INÍCIO

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

GENTE QUE CURTE TRAVESSURAS E GOSTOSURAS - HAPPY HALLOWEEN

► Travessuras ou Gostosuras?!
#HappyHalloween 


RABISCOS DA GATEIRA: Sim, somos bruxas!

Todas as mulheres são bruxas... Sim, somos bruxas!

Temos a magia no olhar, a alegria sempre estampada no sorriso, mesmo com a alma em prantos... Acordamos cedo, cuidamos dos nossos filhos (mesmo quem só tem filhos de 4 patas, assim como esta bruxa que vos escreve), deixamos a casa limpa e cheirosa, fazemos uma comidinha gostosa, sempre com uma pitada de amor, trabalhamos também fora de casa, e no final do dia, ainda cuidamos de nós mesmas e ficamos ainda mais belas... Ah, isso é mágico!

Sim, somos bruxas!
Temos a magia do amor em cada gesto, sem perder a doçura... Somos fortes, sem perder a delicadeza... Choramos, sem perder a alegria... Amamos, sem perder a razão!

Sim, somos bruxas!
Enfrentar os desafios do dia a dia, sem perder a ternura, e sem se curvar diante dos acontecimentos inesperados, só com uma receita mágica: FÉ! 

Sim, somos bruxas! 
E temos sempre por companhia, nosso gatinho amado, porque se toda mulher é bruxa, toda gateira é feiticeira, com um caldeirão de amizade, carinho, afeto e muito amor! 

Feliz Dia das Bruxas, e nunca deixem morrer o encanto de ser uma bruxinha do bem! 

Gisleine Sanches

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

PAPO DE GATEIRA: Sinais De Alerta

Observar com atenção os nossos gatinhos, é sempre importante. E existem alguns sinais que podem nos alertar quando algo não vai bem... São 6 sinais, que temos que ficar atentos, e claro, correr para o veterinário! Vem ver:

1 - CABEÇA:
- Inicie examinando os olhos do gato: devem estar claros, sem inchaço ou secreção purulenta (amarelada); abaixe a pálpebra inferior, a parte interna (conjuntiva) pode indicar anemia. Observe manchas brancas ou embaçamento na parte escura dos olhos.
- Passe para as orelhas: examine a parte interna e externa, observe se há falhas ou crostas que podem indicar ácaros ou sarna, o ouvido do animal sadio não tem secreção ou odor. Se notar cheio fétido no ouvido do seu animal, bem como secreção amarelada ou amarronzada ao limpar com um chumaço de algodão, leve-o ao veterinário para que ele diagnostique uma possível otite.
- Examine a boca: levante o lábio superior do gato e observe se apresenta a língua arroxeada ou azulada após exercita-se. Observe se todos os dentes estão firmes. Dentes moles ou quebradiços podem causar dor ao animal. A presença de tártaro, placas duras e amareladas nos dentes, conferem um hálito desagradável. Se for o caso poderá ser feito uma limpeza dentária no veterinário. Podem aparecer verrugas em abundância na boca dos animais, assim como placas brancas no interior da boca. Nesse caso é melhor consultar o veterinário.
- Verifique o focinho: normalmente ele está úmido e frio. Não deve haver secreção, a menos que o dia esteja muito quente, quando o animal pode transpirar pelo focinho. Focinho seco e quente nem sempre indica febre. Se isso ocorrer, observe-o e aguarde outros sinais como perda de apetite. No caso de febre, além do focinho, as patas e orelhas ficam muito quentes. Os focinhos brancos (despigmentados) exige o uso de um filtro solar.

2 - PELAGEM:
Examine bem a pelagem do gato com atenção. Queda uniforme de pelos, sem apresentar falhas, pode tratar-se de muda anual. Observe a presença de parasitas como pulgas, bernes. Gatos de pelos longos podem ter piolhos devido a falta de uma boa higiene e escovação. Falhas na pelagem, crostas ou ferimentos devem ser analisados pelo veterinário. A presença de nódulos ou verrugas grandes e/ou numerosas também merecem a atenção de veterinário.

3 - CORPO:
O exame de órgãos internos não é possível ao leigo. Se houver problemas em qualquer órgão sempre haverá uma manifestação externa como: vômitos, diarreias, excesso ou falta de urina, ingestão exagerada de água, tosse, cansaço, dor ao se movimentar ou tentar pular, engasgo após exercícios ou excitação, etc. Se notar alguns desses sinais, que perdurem por mais de 2 dias, leve o seu gato ao veterinário.
Observe se o gato está acima do peso. Esse é um parâmetro muito subjetivo, pois aquilo que pode ser obesidade para o veterinário, pode não ser para o dono do animal. Se as costelas do gato estiverem aparecendo, é fácil deduzir que ele esteja abaixo do peso. Por outro lado, se o animal perde a cintura desconfie que ele esteja gordo. - Barriga inchada nem sempre é sinal de muita comida, o gato poderá está com vermes. Na região do ventre (parte inferior da barriga), note se há algum volume na cicatriz do umbigo. Pois gatos também podem ter hérnia, principalmente os filhotes.
No caso da fêmea, principalmente, é preciso examinar as mamas em busca de nódulos, inchaços e secreções. As gatas podem ter tumores, benignos ou não. Nas fêmeas castradas antes de primeiro cio, ou até 1 ano de idade, a chance desses tumores é muito pequena. A castração é um método de prevenção.

4 - PATAS:
Flexione e estenda os membros do seu gato suavemente:
- Se ele sentir qualquer dor, que persista a um segundo exame, leve-o ao veterinário. Gatos geralmente detestam que mexam em suas patas. Tente diferenciar a dor do medo.
- Olhe entre os dedos das patas e procure por parasitas ou ferimentos.
- Faça o mesmo na parte de baixo, entre as almofadinhas das patas.

5 - GENITAIS:
Tanto no macho como na fêmea, observe se há presença de secreções nos genitais. Se for abundante procure o veterinário sem demora, principalmente, se você tiver fêmea acima de 7 anos. No macho, verifique os testículos, ele deve está livre de irritações ou feridas. E os dois testículos devem apresentar o mesmo tamanho.

6 - CAUDA:
Curto ou longo, não se esqueça do rabinho do gato. É em sua base que as pulgas gostam de se aglomerar causando desconforto e feridas pela coceira. Gatos de cauda muito longa e pesada podem ter ferimentos na ponta. Chegando na cauda, o exame do seu animal estará completo.

Fique de olho, sempre observe o seu gatinho, e se você perceber qualquer um dos sinais acima citados, corre para o veterinário!
→ Esse post é uma pesquisa feita na Internet. Qualquer dúvida em relação a saúde do seu animal de estimação, consulte um veterinário.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

GATOS E LIVROS: O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá - Jorge Amado

Hoje, 29 de outubro, é comemorado o DIA NACIONAL DO LIVRO, então, vamos falar de literatura infanto-juvenil? Chama a garotada! 
Eu tenho uma sobrinha de 10 anos de idade, e em uma de suas tarefas da escola, a professora pediu para os alunos lerem o livro "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá", de Jorge Amado. Claro que a tia aqui aproveitou e compartilhou do livro com a sobrinha!

O livro conta a história de um gato rabugento que causava medo em todos os animais do parque em que viviam. Quando ele aparecia, todos fugiam apavorados! Mas o gato nem ligava... Continuava sua vida, sem se importar com a hostilidade a que era submetido.
Até que na primavera, ele percebeu algo inusitado: A andorinha Sinhá, não tinha medo dele!
Pronto, os dois começaram a conversar e surgiu uma linda amizade entre eles. Amizade essa, que se transformou em amor... O gato malhado acabou se apaixonando pela andorinha Sinhá. 
Mas infelizmente era um amor proibido... Além de todos continuarem mantendo as desconfianças, tinha outro fator que os imedia de ficar juntos, a andorinha Sinhá estava prometida ao Rouxinol... Como termina essa história? Ah, você vai ter que ler o livro para saber! 

Sinopse: Com grande lirismo, a história do amor de um gato mau por uma adorável andorinha assume aqui o tom fabular dos contos infanto-juvenis. Além de se transformar em um improvável caso de paixão, a narrativa mostra como duas criaturas bem diferentes podem não apenas conviver em paz como mudar a maneira de ver o mundo.

História do livro:  Jorge Amado escreveu "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá" em 1948, em Paris. Não era uma história para ser publicada em livro, mas um presente para o filho, João Jorge, que completava um ano de idade. Guardado entre as coisas do menino, o texto só foi reencontrado em 1976. 
João Jorge entregou a narrativa a Carybé, e o artista ilustrou as páginas datilografadas. Jorge Amado deu-se por vencido: "Diante do que não tive mais condições para recusar-me à publicação por tantos reclamada: se o texto não paga a pena, em troca não tem preço que possa pagar as aquarelas de Carybé".
O livro foi publicado no mesmo ano, sem alterações do original escrito quase trinta anos antes. "Se fosse bulir nele, teria de reestruturá-lo por completo, fazendo-o perder sua única qualidade: a de ter sido escrito simplesmente pelo prazer de escrevê-lo, sem nenhuma obrigação de público e de editor", destacou Jorge Amado. 
A história é inspirada na tradição popular das narrativas orais. Jorge Amado colheu o tema de uma trova do poeta Estêvão da Escuna, que a costumava recitar no Mercado das Sete Portas, em Salvador. O texto foi adaptado mais tarde para teatro e balé.

"É sempre rápido o tempo da felicidade. O Tempo é um ser difícil. Quando queremos que ele se prolongue, seja demorado e lento, ele foge às pressas, nem se sente o correr das horas. Quando queremos que ele voe mais depressa que o pensamento, porque sofremos, porque vivemos um tempo mau, ele escoa moroso, longo é o desfilar das horas." 

(O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá – Jorge Amado)

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

UNHAS DE GATA: Happy Halloween

E essa semana tem Halloween! AdOoOoOoOro!
Tudo que for motivo de comemoração, alegria e comer doce, pode me chamar! rsrs
E claro, as minhas unhas tinham que estrar no clima da festa! Então, para comemorar o Halloween no maior estilo 'Bruxa do Bem', eu coloquei um gatinho preto para deixar a sua pegada de amor e muita sorte! ♥
E tenho mais um motivo para comemorar, sou alérgica a alguns componentes dos esmaltes (falei sobre isso AQUI), e é muito difícil achar esmaltes 3Free, com preço acessível, então, ficava refém da Colorama (que não é Cruelty Free) que você encontra em qualquer esquina... Mas fui procurar esmaltes nas cores do Halloween e encontrei alguns esmaltes da marca Impala sem Tolueno, Formaldeído e DBP! #TodasComemoram \o/
Precisa ler o rótulo, não vem especificando que é 3Free, e ainda a maioria dos esmaltes Impala, continuam com Tolueno e Formaldeído na fórmula. Só a linha dos hipoalergênicos (que custa um rim) da marca, que são totalmente 3Free.

As cores escolhidas foram: Grafismo, da Coleção Art Love e o Doce Lembrança, da Coleção Nuvens de Cor.

- Grafismo: Preto com fundo dourado, muito bonito! Fácil de passar e limpar os cantinhos. Não formou bolinhas e secou rápido. Cobriu bem as unhas com 2 camadas.
- Doce Lembrança: É um laranja muito fofo! Bem cor de doce de abóbora, um encanto! Fácil de passar e limpar os cantinhos. Não formou bolinhas e secou rápido. Precisei de 3 camadas para cobrir bem as unhas.
Ambos são High Gloss: Confere aos esmaltes um aspecto brilhante sem ser cintilante.

Na 'filha única' eu usei adesivos de gatinho e patinha da marca Fing'rs
Não tenho habilidade para fazer nail art desenhando a mão livre, preciso de adesivos e películas... Ninguém é perfeito... Mas eu AMEI o resultado!
Travessuras ou Gostosuras? Eu quero as duas! #HappyHalloween 

• A Impala está na lista da PEA (AQUI) de empresas que NÃO realizam testes em animais. Recebe o selo Cruelty Free.
→ Esse post NÃO é um PUBLIEDITORIAL. Eu comprei os produtos. Minha opinião é de consumidora.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

PAPO DE GATEIRA: Câncer de Mama em Animais – Outubro Rosa

Estamos no Outubro Rosa, mês de prevenção e combate ao Câncer de Mama.
Mas o Câncer de Mama, não atinge apenas as gateiras, as fêmeas de cães e gatos, também podem ser afetadas. Vamos saber mais sobre isso? Vem ver!

As neoplasias são crescimentos anormais do tecido, ocorrendo um desenvolvimento mais rápido que os tecidos normais ao redor, de maneira desordenada e persistente.
A cada dia que passa os animais de estimação estão vivendo por mais tempo, comendo rações com conservantes e, também, estão expostos à poluição do meio ambiente. Devido à soma desses fatores, os animais estão mais sujeitos a desenvolverem neoplasias.

Os tumores mamários são muito comuns em cães e gatos. Há uma gama enorme de tipos histológicos que acometem os cães, porém na maioria dos casos são tumores benignos. Já nos gatos, a maior parte dos tumores são malignos e altamente agressivos.

O tumor de mama é o segundo mais comum em cães e o mais comum em cadelas. Acometem, no geral, animais mais velhos (com cerca de 10 anos de idade), de preferência em animais que possuem todo o seu aparelho reprodutivo (inteiros) e animais que foram castrados após numerosos cios. Não há uma preferência por raça, todas estão sujeitas a esta neoplasia.
Em gatos, ocorrem menos do que em cães, ficando em terceiro lugar. Animais mais velhos (cerca de 10 e 12 anos) e animais inteiros são geralmente os mais afetados, e gatos Siameses podem ter maior risco que outras raças.

O aparecimento desta neoplasia está relacionada com a produção de hormônios femininos, como o estrógeno e a progesterona. Em cadelas, o risco para o desenvolvimento do tumor mamário está relacionado com o número de ciclos estrais da cadela, aumentando consideravelmente a cada ciclo estral. Já em gatas, esse risco aumenta em até sete vezes em fêmeas inteiras comparadas com fêmeas castradas na puberdade.

A administração de alguns progestágenos pode aumentar o risco de desenvolvimento de tumores mamários benignos em cães, enquanto que em gatos o uso destes hormônios pode aumentar o desenvolvimento de tumores tanto benignos quanto malignos. Assim como nos seres humanos, os tumores de mama possuem receptores de estrógeno e/ou progesterona, sendo que quanto maior o número destes receptores, menos maligno ele é.
Nos cães, cerca de 50% dos tumores mamários são malignos e desses, ao redor de 90% são carcinomas. Nos gatos, prevalece também o carcinoma, mas em uma taxa muito superior, acima de 80%.

Os tumores benignos são classificados em:
- Adenoma simples;
- Adenomas complexos (tumores benignos mistos) ou também chamado de tumores mesenquimais benignos;
- Fibroadenoma, também conhecido como tumores benignos mistos, os quais são o tipo mais comum de tumor benignos em cães.

Aproximadamente 90% dos tumores mamários malignos são carcinomas e estes são classificados da seguinte maneira:
- Sólidos: lençóis de células densas;
- Túbulas ou lobular: proveniente de alvéolos;
- Papilas: proveniente do epitélio ductal e ocorrendo como ramificações papilares ou císticas;
- Anaplásicos: muito pleomórficos e com ausência de padrão definido.

Os tumores benignos não sofrem metástase, mas há a tendência de cadelas em desenvolver tumores múltiplos. Entretanto, os tumores malignos podem se comportar de maneira benigna ou muito maligna, sofrendo metástase rapidamente para linfonodos locais e pulmões.
Estas neoplasias podem ser múltiplas ou única, sendo palpáveis como nódulos ou massas dentro das glândulas mamárias. Alguns carcinomas inflamatórios agressivos podem apresentar aumento mamário difuso, edema e ulceração. É raro em cães e comum em gatos dificuldade de respirar devido à metástase pulmonar.

Diagnóstico:
O diagnóstico pode ser feito através do exame clínico e palpação, mas deve ser feita a confirmação com o auxilio de algumas técnicas de diagnóstico, como exames de sangue, raio-x, aspiração com agulha fina (FNA) e biópsia do tumor.

Tratamento
Na maior parte dos casos, o tratamento para o tumor mamários é a retirada dele cirurgicamente. No caso dos cães, as primeiras três glândulas drenam cranialmente e as glândulas quatro e cinco drenam caudalmente, embora possa haver comunicação linfática entre as glândulas adjacentes. Portanto, é necessário que seja feita a remoção das glândulas adjacentes para a maior parte dos tumores uma remoção mais abrangente para tumores em ramificações glandulares. Nos gatos a comunicação entre as glândulas não é tão clara, entretanto o tratamento radical é recomendado.
Existem também outras técnicas de tratamento, como a radioterapia, que mostrou ser pouco efetiva no tratamento destes tumores, assim como a quimioterapia.

Prevenção:
O melhor método para prevenir o aparecimento de tumores mamários é  a castração e, de preferência, precocemente (antes do primeiro cio do animal), pois após esse período a taxa percentual de prevenção cai muito, podendo chegar a ser nula.

- Fontes:
Oncologia em Pequenos Animais – Joanna Morris & Jane Dobson – Ed Roca (2007)
http://www.probem.org/artig.html
http://www.center.vet.br/tumores.html
http://www.animaisdecompanhia.com.br/component/content/article/43/187-tumor-de-mama

- Fonte de pesquisa da Blogateira: Info Escola - Medicina Veterinária.

Eu perdi uma cachorrinha para o Câncer de Mama. Minha amada Laika se foi em 1991, e deixou muitas saudades... O exame de toque é muito importante, não só para nós mulheres, como para as gatas e cachorras também. Vamos ficar de olho em nossas meninas? Cuidado, amor e carinho, ainda são os melhores remédios! ♥

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

SUSPIROS DA GATEIRA: Katherine e seu gato LiLu Blue Royal Lada

A palavra 'amizade' já nos remete a sentimentos de amor, carinho e ternura. Quando essa amizade provém da inocência, é ainda mais encantador... Compartilho com vocês essas lindas imagens de amizade e afeto entre uma bela garotinha, e seu gatinho. Vem suspirar comigo, e conhecer Katherine e seu gato LiLu Blue Royal Lada

A relação entre o ser humano e os animais sempre deu origem a histórias bonitas. Essa é mais uma: o fotógrafo russo Andy Prokh decidiu registrar a amizade entre a filha Katherine e o seu gato de pelo curto inglês, LiLu Blue Royal Lada. "Um fotógrafo deve captar aquilo que ama", diz Prokh.

Katherine, a caminho dos 5 anos, passou toda a vida na companhia de LiLu. Tarefas simples do cotidiano como estudar, tocar instrumento, brincar ou simplesmente comer, podem ser feitas com ele e foram captadas pelo pai nessa série.Em preto e branco, as fotos de Prokh dão um realce ainda maior a uma enternecedora amizade.
→ Fonte: Hypeness

DICA DA GATEIRA: Luminária Gato Sentado

No espaço DICA DA GATEIRA, eu dou dicas de produtos que encontro na Internet, e acho bacana. Produtos para os animais de estimação, e para os donos também. São apenas DICAS, não conheço pessoalmente os produtos.

Qual gateiro(a) não fica maluquinho(a) com uma decoração com objetos de gatos? Eu fico doidinha! Vem ver essa luminária linda de miar, que encontrei na loja virtual iBacana!

Luminária Gato Sentado Laranja
Imagem de propriedade da iBacana.
• Descrição: Super modernas e bonitas, as luminárias dão charme e beleza a qualquer ambiente. Além do design diferenciado, a luz cria um ambiente agradável, aconchegante, alegre e com mais vida. Dê mais estilo a sua casa.
Luminária decorativa fabricada em polietileno e partes elétricas. Limpar apenas com pano úmido. Utilizar lâmpada até 15w.

• Informações: Luminária decorativa fabricada em polietileno e partes elétricas. Limpar apenas com pano úmido. Utilizar lâmpada até 15w.
Material: Polietileno
Cor: Laranja.
Dimensões: 14 x 34,5 x 21cm.
Peso : 925 g.

• Onde comprar: Loja virtual iBacana, AQUI.

• Quanto custa: R$ 85,90 (preço da loja virtual na data da publicação do post, pode sofrer alterações).

Postei essa Luminária Gato Sentado Laranja, porque foi a que eu mais gostei, mas na loja virtual iBacana tem outros modelos de luminárias, e em outras cores.
Veja todas as luminárias, AQUI.
Imagem de propriedade da iBacana.
→ Esse post NÃO é um PUBLIEDITORIAL. Não conheço o produto, nem a loja. É apenas uma DICA. 

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

PAPO DE GATEIRA: Obesidade em Gatos

Hoje vou conversar com vocês sobre um problema que, infelizmente, tem se tornado comum entre os gatos: A Obesidade.

Na década de 70, apenas 12% dos gatos se encontravam acima do peso. Na década de 90, tivemos um grande aumento da população de gatos domésticos obesos, alcançando os 25%.
E hoje, estima-se um percentual entre 25% a 30% de gatos acima do peso.
A obesidade é a desordem nutricional mais comum nos gatos.

A preocupação com excesso de peso não é apenas estética; ela ocasiona diversos problemas de saúde que podem abreviar a expectativa de vida dos gatos. 

Nos gatos o aumento de peso pode ser traiçoeiro e ir passando despercebido. Com a tendencia à criação indoor, é provável que o número de gatos obesos continue a aumentar.

Com a vida mais sedentária, os gatos costumam ingerir mais calorias do que gastam, e o resultado é que as calorias em excesso são transformadas em gordura e armazenadas sob a pele a na cavidade abdominal. A alimentação excessiva e persistente resulta em obesidade grave, sobrecarregando o coração, fígado e articulações. 

Problemas causados pela obesidade:
1 - As articulações ficam sobrecarregadas, gerando artrite e por causa das dores fortes, os gatos evitam saltar e até mesmo reduzem seus movimentos normais;
2 - A diabetes é uma doença comum dos gatos obesos;
3 - Doenças urinárias ocorrem com mais frequência em machos acima de peso;
4 - A lipidose hepática é uma complicação grave. 

Como prevenir a obesidade:
1 - Evite alimentá-lo em excesso quando filhote. A ração não precisa ficar à disposição o dia inteiro. É possível estabelecer horários para a alimentação do gato, regulando as porções. 
2 - Quanto mais cedo o gato for castrado, menor a chance de engordar. Para os felinos que aumentarem de peso após a castração, é necessário uma avaliação veterinária para iniciar uma dieta. 
3 - Enriquecimento ambiental é essencial para manter o gato criado indoor ocupado, relaxado e ativo. Isso inclui prateleiras para gatos, túneis, caixas, arranhadores e brinquedos.

O que fazer se o gato já está obeso: 
1 - Ao detectar um aumento de peso, aumente o tempo das brincadeiras e diminua a quantidade de comida oferecida. 
2 - Com a ajuda de um veterinário, escolha uma dieta menos calórica. Existem rações no mercado, próprias para gatos obesos.
3 - Não ofereça lanches ou petiscos.
4 - Controle o peso do gato a cada 2 dias.
Clique na imagem para ver em tamanho maior.
Infelizmente eu preciso ser sincera, e dizer que a obesidade dos gatos é um problema criado pelos donos. Quando deixamos a alimentação a vontade, e cedemos aos apelos dos bichanos por mais comida (me incluo, e me envergonho), os gatos vão ganhando peso, e consequentemente, reduzindo o ritmo das atividades.
Criar um ambiente lúdico, com brincadeiras e estimulando a atividade física, ajuda a manter o peso do seu gatinho em ordem. E claro, controle a quantidade de alimento a ser oferecida ao gatinho.
→ Esse post é um pesquisa feita na Internet. Qualquer dúvida em relação a saúde e comportamento do seu animal de estimação, consulte um veterinário.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

DICA DA GATEIRA: Alimentador Eletrônico Programável

No espaço DICA DA GATEIRA, eu dou dicas de produtos que encontro na Internet, e acho bacana. Produtos para os animais de estimação, e para os donos também. São apenas DICAS, não conheço pessoalmente os produtos.

Hoje eu vi esse produto na Página da loja Pet Lover no Facebook, achei bacana e vim aqui, dar a dica pra vocês!

Alimentador Eletrônico Programável

• O que é: O Alimentador Eletrônico e Programável torna mais prático o horário correto das refeições do seu cão ou gato. Possuindo opções com porções de 1/4 a 3 xícaras de ração seca por horário programado, assim, mesmo sem estar em casa será possível saber de forma prática a quantidade de vezes e de ração que o seu cão consome após o alimentador ser abastecido e programado. Requer pilhas de tamanho grande (D).

• Sobre o fabricante: Chalesco. Investe constantemente em pesquisas e no desenvolvimento de produtos, junto a fabricantes nacionais e internacionais, para oferecer a seus clientes uma linha variada, com alta tecnologia, qualidade, design e excelente relação custo-benefício.Sanar problemas de forma rápida e eficiente, ouvir e incorporar críticas e sugestões, oferecer suporte técnico , produzir materiais adequados à comunicação das marcas e à exposição dos produtos ao consumidor

• Modo de Usar: 
1- Configure o horário pressionando a tecla SET (hour) e aperte o botão UP ate chegar no horário desejado. 
2- Definido o horário, poderá ser programado o numero de refeições como: café, almoço e jantar, em seguida a quantidade de porções para cada refeição. O tamanho de cada porção é de aproximadamente ¼ de xícara, podendo ser selecionado de 1 ate 12 porções por refeição. 
3- É possível ainda gravar a voz para que o seu pet "associe" que seu dono esteja chamando-o na hora de cada refeição.

Indicado para alimentos secos, não utilizar com alimentos úmidos.

• Principais Vantagens: 
- Possui painel eletrônico para uma fácil programação; 
- Capacidade para alimentos de diversos formatos e tamanhos; 
- Função que calcula o número de refeições já servidas; 
- Funcionamento com Pilhas (Não Incluídas); 
- Gravação de voz para cada refeição (até 3 de 10 segundos).

• Quanto custa: R$ 179,00 (preço do produto na data da publicação do post, pode sofrer alterações).

• Onde comprar: Na loja virtual Pet Love, AQUI!
Imagem de propriedade da Pet Love.
Gostou da dica? Eu achei ótimo para quem trabalha o dia todo, e quer controlar a alimentação do seu animal de estimação. #FicaDica 

→ Esse post NÃO é um PUBLIEDITORIAL. Não conheço o produto, nem a loja. É apenas uma DICA. 

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

GENTE QUE TEM UM GATINHO TAGARELA

► Porque um gatinho que gosta de bater papo, é tudo de bom!
Eu tenho o meu BELO tagarela! ♥

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

PAPO DE GATEIRA: Por que os gatos nos acordam?

Quem tem gato não precisa de despertador. Isso é fato.
Mas por que será que os bichanos curtem tanto nos acordar?
Vem ver comigo! 

Enquanto seu gatinho dorme o dia todo (provavelmente nas horas em que você está fora, trabalhando), no momento em que você chega, ele quer sua atenção, sua companhia e seu carinho. Então além da crença de que ele sabe o momento em que você irá acordar, ele também pode estar te acordando porque quer que você gaste um tempinho com ele, brinque, ofereça comida, etc, como uma forma de mostrar que você  se preocupa com o bichano. 

Tire um tempinho do seu dia para estar com seu gatinho quando você chega do trabalho, ou um pouco antes de ir dormir. Brinque, ofereça comida, faça ele gastar energia e mostre que gosta de estar perto dele. O fato de ele gastar energia e se alimentar à noite com você pode diminuir a vontade que ele tem de te acordar e pedir companhia/comidinha. Mas pode ser que ele te acorde mesmo assim. Jamais brigue com seu gatinho por isso. Os gatos não associam as punições que recebem, como os cachorros fazem. Ele se tornará um animal medroso e não irá agir como você deseja. O ideal é que você atenda os pedidos dele e até se antecipe a eles - como no caso de gastar uns minutos de sua noite, em um horário estabelecido por você - até que ele se acostume com isso.

Ah e é tão gosto passar um tempinho brincando com nossos gatinhos. eles são nossas crianças, e crianças gostam de atenção e carinho!
Essa história de que gato gosta da casa, é puro mito... Gato gosta de pessoas sim, e quer atenção!

"Os gatos sabem instintivamente o momento exato em que o dono vai acordar... Então, eles o acordam dez minutos antes." (Jim Davis)
→ Esse post é uma pesquisa feita na Internet. Qualquer dúvida em relação a saúde e comportamento do seu animal de estimação, consulte um veterinário.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

UNHAS DE GATA: Esmalte Blue-Pink e Película de Gatinho Preto

Olá gatas, eu continuo mostrando pra vocês os esmaltes duocromáticos, e esse final de semana eu fui de Blue-Pink, da Ludurana, e película de gatinho preto, vem ver!
Esse duocromático, é uma combinação de rosa pink, com fundo azulado. Confere um efeito bem neon. Achei uma cor bem lúdica, bem alegre! Um tom que combina com o Dia das Crianças e com o clima primaveril. 

Precisei de 3 camadas para cobrir bem as unhas, o que deixou bem grosso, e demorou pra secar... Não formou bolinhas, fácil de limpar os cantinhos, mas precisa de top coat por cima, porque o acabamento é bem pobre em brilho. 

Na 'filha única' usei a película de gatinho da Look das Unhas (compre AQUI), relevem o enrugado... Achei esse gatinho uma ótima ideia para o Halloween (adoro!), que vem por aí! #Meow
• Resposta da Ludurana sobre os testes em animais: "Não realizamos definitivamente testes em animais durante todas as fases de desenvolvimento, aprovação, fabricação e/ou distribuição da nossa linha completa de produtos. Os testes são feitos em lâminas e em unhas postiças sintéticas." Recebe o selo Cruelty Free.
→ Esse post NÃO é um PUBLIEDITORIAL. Eu comprei os produtos. Minha opinião é de consumidora.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

GATEIRA ABRIU A CARTEIRA: Lenço de Gatinhos - Cat Club

Olá gateiras, hoje eu vim falar pra vocês de uma compra que eu fiz na loja virtual Cat Club, e amei!
Eu estava doida por um lenço de gatinhos que é lindo de miar e faz o maior sucesso! Só que todo esse sucesso faz com que esse lenço esgote rapidamente... Então, deixei o meu e-mail para ser avisada quando chegasse e consegui realizar meu sonho! \o/
O lenço é muito bonito, e tem 3 opções de cores: preto, rosa claro e bege. Preciso dizer que, depois que eu já havia feito o post com o preto, as outras cores voltaram ao estoque, e agora eu tenho os 3, completei minha coleção! \o/
Ótimo material, o lenço é de chiffon, medindo 170 x 70cm. E de muito bom gosto.
Na foto eu coloquei com uma blusa branca lisa, bem simples, e já deu outra cara ao visual, sem precisar de mega produção. Ele confere um visual chique, porém descontraído, ótimo para o dia a dia ou pra arrasar na balada. Ou seja, é coringa.
E, na minha opinião, fica bem para qualquer idade, porque é um lenço de gatinhos, mas bem discreto e elegante.
O preço está sensacional: R$ 35,00 e com FRETE GRÁTIS! 
Ele é tão lindo que esgota rápido... Mas fica ligadinha, que sempre volta ao estoque!
- Dica: Clica onde tá escrito "Clique aqui para ser avisado quando o produto estiver disponível", caso esteja esgotado.
• Compre o seu AQUI!
Quanto a compra, só elogios! A Cat Club é uma excelente loja, o produto chegou super rápido, bem embalado e se você tiver alguma dúvida, o atendimento é ótimo!
A Cat Club não tem só lenços lindos não, tem muitos outros produtos para os cat lovers, vem conhecer a loja AQUI! E eles também tem uma Página muito bacana no Facebook, vem curtir AQUI!

O Iky também amou o lenço, mas eu avisei que esse é da mamãe! ♥
→ Esse post NÃO é um PUBLIEDITORIAL, eu comprei o produto. Minha opinião é de consumidora.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

PAPO DE GATEIRA: O Gato Doméstico

Vamos saber mais sobre o gato doméstico? Chama a garotada para conhecer mais sobre a história dos bichanos! 

Classificação do Gato Doméstico:
- Filo: Chordata
- Classe: Mammalia
- Ordem: Carnívora
- Familia: Felidae
- Nome: Gato Doméstico
- Nome em Inglês: Domestic Cat
- Nome Científico: Felis Catus

História do Gato Doméstico:
Acredita-se que um pequeno animal que vivia em árvores, há muito extinto, foi o antepassado do gato - o Miacis. Ele também foi provavelmente o ancestral do urso, da doninha, do guaxinim, da raposa e do coiote. Viveu há cerca de 40 milhões de anos, tinha o corpo comprido, um rabo maior do que o corpo e pernas curtas. Tinha provavelmente as unhas retráteis como o gato.

Há 10 milhões de anos atrás surgiu o Dinictis, mais parecido com o gato atual.

Os Felídeos ou felinos, são os mais especializados, mais numerosos e mais importantes dos carnívoros.
A família dos Felídeos, espalhada sobre quase toda a área de distribuição da ordem dos carnívoros, compreende 3 gêneros: Acinonyx (Cheeta), Felis (Puma, Jaguatirica, Gatos domésticos e todos de pequeno ou médio porte) e Leo (Leão, Tigre, Pantera, Onça), com 37 espécies no conjunto.

O gato atual demorou a ser domesticado, se comparado aos cães. 
O gato doméstico são primos distantes de outros felinos e guardam características em comum com os grandes felinos selvagens, como o caminhar silenciosa e delicadamente sobre as almofadas plantares, a técnica de caçar e as unhas retráteis, com exceção do Guepardo que tem as unhas e patas apropriadas para a corrida, chegando a alcançar 100 Km por hora numa corrida de curta distância.

No Antigo Egito os gatos eram adorados devido a sua associação com a Deusa da Lua, Pasht, de cujo nome acredita-se ser derivada a palavra "puss", que significa "bichano" em inglês.
A Deusa Bast, que representa o sol, também foi identificada com gatos, e é retratada com a cabeça de um gato.
Quando os gatos morriam, eram mumificados e seus donos mostravam seus sentimentos raspando as sobrancelhas em sinal de luto.

Os gatos da raça Abissínio, são semelhantes ao gatos do Antigo Egito.
Estátuas, desenhos e pinturas em tumbas, revelam que os gatos nessa época, eram de pelo curto, corpo esguio e pernas longas. Muitos consideram que este foi o ancestral da maioria das raças de gatos domésticos conhecidas atualmente.

Embora fosse proibida a saída dos gatos do Egito, o povo Fenício, parece ter os levado em suas embarcações comerciais, para a Europa, por volta do ano 900 a.C., chegando à Itália antes da Era Cristã.

Os romanos, quando invadiram e dominaram o Egito, adotaram o culto a Deusa Bast e seus gatos foram também perpetuados em estátuas, murais e mosaicos. Tinham grande apreciação pelos gatos, e os retratavam como símbolo de liberdade.
Com as invasões Romanas, os gatos foram seguindo seus exércitos e se introduzindo em toda a Europa. 
Dessa forma os gatos chegaram à Inglaterra, portanto, o gato inglês tem como base o gato egípcio, mas gatos ingleses selvagens também foram domesticados.

Os gatos, durante muito tempo, foram bem aceitos pelo homem como animais domésticos, por sua habilidade em caçar ratos e outras pragas.

No século X, o Príncipe de Gales, Howel, promulgou leis protegendo os gatos, estabelecendo valores de venda e garantias de compra. Além disso, a pena para quem matasse um gato era paga com trigo: o gato morto era segurado pela ponta da cauda e sobre ele era jogado o trigo, até encobrir a ponta da cauda.
No século XI ajudavam as pessoas a se livrarem dos ratos transmissores da Peste Bubônica.
Na Idade Média, os gatos perderam sua popularidade, por terem sido associados a adoração de maus espíritos. Surgiu um culto a uma deusa pagã - Freya - envolvendo também os gatos. Esse culto foi considerado heresia e esta era punida com torturas e morte. Como os gatos faziam parte do culto, foram acusados de serem demoníacos, principalmente os de cor preta. Isso custou a vida de milhares de gatos, que foram cruelmente perseguidos, capturados e jogados à fogueira, havendo a maior destruição de gatos de toda a história. 
Uma pessoa que fosse vista ajudando um gato, principalmente os pretos, estava sujeita a ser denunciada como bruxa e a sofrer tortura e morte.
As pessoas acusadas de bruxaria e seus gatos, eram responsabilizadas por qualquer desgraça natural, como perda de safras, acidentes, doenças, mortes súbitas, etc.
Essa perseguição criou diversas superstições, ainda mantidas até hoje, como: cruzar com gato preto causa azar.

Felizmente essa perseguição terminou e no século XIX o gato foi exaltado nas artes por grandes nomes como, Victor Hugo e Baudelaire.

O índio norte-americano, não parece ter domesticado os felinos selvagens presentes no continente, como o lince, puma e ocelote. A domesticação de felinos só ocorreu quando os imigrantes europeus trouxeram gatos da Europa, para que ajudassem a combater os ratos e camundongos, tanto no campo quanto na cidade.

E o mais importante: Se o gato é DOMÉSTICO, então o lugar dele é dentro de casa! 
→ Fonte de pesquisa: Beco dos Gatos.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

GATOS E LIVROS: Memórias Espirituais De Um Gato - Aurea Gervasio

AMO ler, e se o tema do livro for GATOS, melhor ainda! E hoje venho falar pra vocês sobre um livro muito emocionante que eu li: "Memórias Espirituais De Um Gato", de Aurea Gervasio.

Sinopse: Memórias Espirituais de um Gato é mais um livro de Aurea Gervasio que fala sobre o amor, desta vez em sua versão mais pura e sublime: o amor inocente de um animal, sem pretensões, sem condicionantes, sem limites... Durante a narrativa, são abordadas questões polêmicas sobre a vida espiritual, a eutanásia, as relações profissionais, os problemas do cotidiano, enfim, a complexidade do ser humano traçada de forma profunda e repleta de lições morais e filosóficas, porém, com uma leveza que somente a ingenuidade do olhar felino poderia proporcionar. O desafio ao leitor é que encerre o livro sem se emocionar. Caso consiga, a solução é adotar um animal e retomar a leitura. O amor o fará compreender.

O que eu achei: Esse livro mexeu com as minhas emoções! É um livro para quem acredita na Espiritualidade, na vida após a morte, na reencarnação, e para quem acredita que viemos à esse mundo com uma missão. Mas para quem acredita, principalmente, que essas características não se restringem só aos seres humanos, mas abrangem também os animais. O livro conta a história de um gatinho chamado Jack, e toda sua trajetória de vida física e espiritual. Seus amigos, suas aventuras e desventuras... Aborda a questão da compra de animais, abandono, adoção, eutanásia, maus tratos... Tudo contado pelo próprio Jack, de uma maneira divertida, mas também com passagens muito tristes, afinal, a realidade dos animais nesse plano físico ainda é muito triste, infelizmente... Mas nos dá a esperança de que um dia teremos um mundo mais justo para os nossos irmãos animais, pois a Espiritualidade está agindo em favor dos pequeninos sempre, e os humanos estão, embora lentamente, seguindo rumo ao progresso espiritual. Eu sou Espírita Universalista, e acredito na Espiritualidade, então esse livro mexeu profundamente comigo. O livro tem lindas passagens, uma verdadeira lição de amor em cada página, com trechos muito bem escritos e que nos faz reflexionar! Quer se emocionar? Quer sorrir, chorar e passar momentos em reflexão? Então, leia o livro 'Memorias Espirituais De Um Gato', você não irá se arrepender!

"Os seres humanos têm o dom de tornar longo e complicado o caminho da felicidade, mesmo quando ele poderia ser curto e óbvio. Os animais fazem tudo de forma simples. Se amam, demonstram de forma explícita. Se não amam, não fazem a menor questão de disfarçar. Também sabem como ir direto a seus objetivos, sem criarem barreiras emocionais que só dificultam as coisas. Quando se sabe que a vida é bem curta, faz-se o que se pode para viver intensamente cada minuto. Com os gatos é assim que funciona".
(Trecho do livro 'Memorias Espirituais De Um Gato', de Auera Gervasio)

► Venha conhecer o Blog Memórias Espirituais De Um Gato: AQUI! 
► Página do Livro Memórias Espirituais De Um Gato no Facebook: AQUI!

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

GENTE QUE AMA E RESPEITA TODOS OS ANIMAIS

► AMOR e RESPEITO para todos! ♥

GATEIRA ABRIU A CARTEIRA: Camiseta 'Não Compre, ADOTE' - Sunvibe STORE

Olá galera que ama animais! E hoje dia 04 de outubro, Dia de São Francisco de Assis e dos Animais, eu vim falar pra vocês de algo muito importante: ADOÇÃO DE ANIMAIS!
Vocês lembram da campanha super bacana, realizada pela Sunvibe STORE, com as camisetas 'Não Compre, ADOTE' pela metade do preço? Falei sobre essa campanha AQUI!
Claro que eu aproveitei e comprei a minha camiseta. Com esse preço, material de ótima qualidade, loja excelente e ainda uma campanha sensacional como essa, não deu pra resistir! E hoje eu vim contar pra vocês, tudinho sobre a compra, vem ver!
Essa campanha conquistou meu coração de imediato, acho sensacional estimular a adoção de animais!
São tantos animais lotando os abrigos, ou nas ruas abandonados, que na minha opinião (frisem bem, o 'minha opinião'), não faz sentido gastar um valor, muitas vezes altíssimo, para ter uma animal de estimação... Faça o bem, ADOTE! Meus 5 gatos são adotados, e são lindos! ♥
Claro que eu não podia ficar de fora dessa, e comprei uma baby look, mas também tem a opção de camiseta reta. Escolhi a cor preta, mas também tem na cor branca. Enfim, tem para todos os gostos!

A camiseta é 100% algodão, fio penteado com toque aveludado. Estampa em silk screen.
Eu paguei R$ 19,90 + Frete, porque estava na campanha, mas o preço normal da camiseta é R$ 39,90 + Frete. Compre AQUI!

Quanto a loja, só posso elogiar! Entrega rápida, vem bem embalado e o pessoal da Sunvibe STORE é só carinho, vejam o bilhetinho que eles enviam junto com a compra, faz toda a diferença!
Não é a minha primeira compra na Sunvibe STORE, eu já tinha uma camiseta deles, e falei sobre essa compra AQUI!
E na loja virtual Sunvibe STORE você vai encontrar diversos modelos de camisetas, ecobags e produtos para o seu pet. E como eu sou uma mãe de gato boazinha, aproveitei a compra e pedi também um brinquedo para os meus gatinhos, eles AMARAM! Compre AQUI!
► Vem conhecer a loja virtual Sunvibe STORE: AQUI!
► Vem curtir a Página da Sunvibe STORE no Facebook: AQUI!

• E não se esqueçam: NÃO COMPRE, ADOTE! 

→ Esse post NÃO é um PUBLIEDITORIAL, eu comprei o produto. Minha opinião é de consumidora.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

PAPO DE GATEIRA: Por que os gatos se esfregam?

Quem aí tem um bichano que adora se esfregar? Acho que todos né?!
Os meus 5 gatos se esfregam, mas a Francisca... Ah, a Francisca se esfrega em tudo o que ela vê pela frente: Móveis, portas, paredes, pessoas (incluindo todas as visitas), onde ela puder esfregar o queixo, lá está a Francisca! 
Mas por que será que os gatos se esfregam? Eu vim contar pra vocês! 

Os gatos se utilizam na maioria das vezes, da linguagem corporal para dar suas mensagens.
Quando chegamos em casa, é costume nossos gatos correrem para nos cheirar e, em seguida, esfregarem-se em nós.

Isto acontece porque o gato possui glândulas odoríferas na cabeça. Ao esfregar-se, o gato liberta secreções dessas glândulas e deixa o seu odor impregnado na pessoa ou objeto, marcando seu território. 

Esta secreção é limpa e é indetectável ao olfato humano, apenas os outros animais é que o conseguem detectar. É uma forma do gato demonstrar que aquele território, objeto, animal ou pessoa é da sua posse.
São Feromônios, que atuam como comunicadores químicos.

Existem diferentes tipos com diversos significados que afetam o comportamento felino:
- Feromônios que indicam o status reprodutivo, isto é, a receptividade para acasalamento;
- Marcadores de território e de objetos;
- Sinais de conforto e familiaridade.

Os Feromônios são únicos, como a nossa impressão digital, cada gato tem o seu.  As glândulas da face secretam substancias com efeito calmante nos gatos.

O gato pode também esfregar-se nos animais maiores e mais fortes como um ato amistoso, mas não de submissão. Quando esfrega no seu pai/mãe humano e mia, normalmente quer pedir alguma coisa, como comida ou uma guloseima, ou pretende que o humano o siga. Quer um conselho? Obedeça! 

As fêmeas costumam esfregar-se nos machos que querem, especialmente na altura do cio, demonstrando receptividade.

No geral, o ato do gato se esfregar pode ser visto como um ato carinhoso, pois ao marcar o seu território, o bichano está demonstrando que gosta daquele objeto, animal ou pessoa.

E seja submisso! Quando seu gato se esfrega em você, ele está dizendo "Você me pertence!", portanto, seja obediente! rsrs
→ Esse post é uma pesquisa feita na Internet. Qualquer dúvida em relação a saúde ou comportamento do seu animal de estimação, consulte um veterinário.

terça-feira, 1 de outubro de 2013